O título deste post foi escrito quando estava perto de terminar o texto. Depois que escrevi o título, acabei achando-o engraçado. Porque a resposta para a pergunta “para que tipo de viagem os resorts são a melhor opção?” pode até parecer óbvia… Mas não é não.

Pense bem: resorts são grandes empreendimentos que concentram num mesmo local, com conforto e segurança, atividades diversas e para pessoas de todas as idades. Colocando dessa forma, você talvez poderia ser levado a pensar que resorts são a melhor opção para qualquer tipo de viagem! Mas não é bem por aí…

Vamos analisar cada um dos fatores que citei. Resortes oferecem:

  • Conforto;
  • Segurança;
  • Atividades diversificadas num mesmo local e para todas as idades;

Se você perguntar para alguém se conforto e segurança são elementos importantes na escolha de uma acomodação, é lógico que a resposta será “sim”! Mas se você perguntar que essa condição obriga o hóspede a passar a maior parte do tempo num mesmo local – mesmo que esteja cheio de atividades – será que a resposta continuará sendo positiva?

O que eu estou tentando dizer? Bem, quero tentar mostrar que a resposta para a pergunta do título deste post não é absoluta. “Para que tipo de viagem os resorts são a melhor opção”? Bom, depende. Mas como assim, depende? Ora, depende dos viajantes!

Resorts: opções de lazer para todo tipo de gente

Por trazer conforto, segurança e atividades diversificadas num mesmo local e para todas as idades, resorts transformam-se numa ótima opção de acomodação para um grupo composto por viajantes diferentes – ou, usando um termo melhor, heterogêneo. Como uma família, por exemplo.

“Uma família? Heterogênea”? Talvez essa seja a pergunta que você está se fazendo neste momento. Mas por um certo ponto de vista, sim! Peguemos, por exemplo, uma família hipotética de 4 pessoas: os pais – ali com seus quarenta e cinco anos -, uma filha e um filho. Agora imaginemos que a filha tenha quatorze anos e o filho, nove.

Essa família resolveu viajar com os avós das crianças. Independente deles serem avós paternos ou maternos, temos uma configuração de seis pessoas sendo que: duas são idosas (quase septuagenárias), duas estão na meia idade, uma é adolescente e outra é criança. Como essas seis pessoas vão se divertir e se distrair por um longo tempo se elas não tiverem opções de lazer e atividades? Mas como elas vão fazer para não ficarem afastadas o tempo todo, já que o objetivo de viajar em grupo é que ele passe pelo menos algum tempo junto?

Em outras palavras, resorts são ótimas opções de viagem quando o grupo de viajantes é heterogêneo mas deseja passar algum (ou muito) tempo juntos! Se, por exemplo, a viagem é só de casal e envolve duas pessoas muito interessadas em cultura e história, com certeza ficar boa parte do tempo dentro de um empreendimento não vai satisfazê-los. Esse povo quer é correr mundo!

Mas se o objetivo é agradar gregos e troianos e ainda oferecer muitos períodos de descanso com bastante conforto, com certeza os resorts passam a ser uma tremenda alternativa!

Tipo de viagem resort

Arco e flecha no Costão do Santinho: atividade para adultos e crianças

Grandes resorts – como o Costão do Santinho e o Rio Quente Resorts (que já avaliamos aqui no blog) – oferecem academia de ginástica, spa, piscina, quadras poliesportivas, recreação infantil… Ótimas alternativas de lazer para diversas idades!

Geralmente esses empreendimentos possuem uma diversidade de opções de gastronomia: muitos restaurantes e vários deles especializados. Tem comida italiana, mexicana, oriental, árabe…

No Brasil, muitos resorts estão associados a parques, como o Beach Park, em Aquiraz (CE) e o Hot Park, em Rio Quente (GO). Ou seja, além da infra-estrutura do próprio resort, os hóspedes podem se divertir em outras atrações que são, em geral, vizinhas à sua hospedagem.

E então, tem alguma viagem em grupo programada? Já teve experiência de viagem em família em resort? Conte para a gente a sua experiência!